A INTELIGÊNCIA DE UMA CÉLULA QUALQUER

Não é nenhuma novidade que os organismos unicelulares foram a primeira forma de vida no planeta. Só 600 milhões de anos depois é que surgiram os primeiros fósseis. Ou seja, 2,75 bilhões de anos da história da terra os ÚNICOS HABITANTES foram os organismos UNICELULARES, como bactérias, algas e amebas.

Então, há 750 milhões de anos, esses organismos descobriram como evoluir e se tornar ainda mais inteligentes: começam a surgir os primeiros organismos multicelulares.

No início, eram somente comunidades esparsas (colônias). Mas as vantagens evolutivas de VIVER EM COMUNIDADE fizeram com que, em pouco tempo, elas se transformassem em organizações de milhões, bilhões e até trilhões de células individuais interagindo entre si.


Os biólogos foram classificando essas comunidades de acordo com a sua estrutura visual para o humano. Embora pareçam ser entidades únicas, como um rato, um cão ou um pássaro, são, na verdade, associações organizadas de milhões de células.

E por que essa união em comunidades? Simplesmente por causa de um reflexo biológico de sobrevivência. Quanto mais CONSCIÊNCIA um organismo tem do ambiente que o cerca, melhores as suas chances de sobreviver – e evoluir.