AS FIBRAS E O DIABETES

As fibras alimentares são polissacarídeos vegetais da dieta que não são hidrolisados, ou melhor, “quebrados”  quando passam pelo trato gastrointestinal. Assim como toda a população, os diabéticos devem ser estimulados a optar por alimentos que contenham fibras variáveis em sua composição.           

Elas podem ser encontradas em alimentos vegetais, principalmente em raízes, folhas, talos, farinha de linhaça, farelo de aveia e em leguminosas. Podem ser divididas em solúveis; aquelas que retardam o esvaziamento gástrico e ajudam a controlar os níveis de glicose e colesterol no sangue e, insolúveis; as que aceleram o trânsito do bolo fecal pelo trato intestinal e contribuem para a sensação de saciedade.           

Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, recomenda-se o consumo de 14g de fibras para cada 1000Kcal da dieta de um determinado indivíduo portador de diabetes.           

Segue abaixo uma lista com alguns alimentos ricos em fibras, os quais podem contribuir para um melhor controle do diabetes. Lembrando que o tratamento do diabetes deve incluir além da ingestão de fibras e de macro e micronutrientes em quantidades adequadas, o exercício físico e a terapia medicamentosa. Estes três pés constituem a base para o tratamento desta doença.

FIBRAS SOLÚVEIS – AJUDAM A CONTROLAR A GLICEMIA E COLESTEROL Frutas cítricas como laranja, lima, abacaxi, maçã, legumes

FIBRAS INSOLÚVEIS – CONTRIBUEM PARA A SENSAÇÃO DE SACIEDADE E PARA O BOM FUNCIONAMENTO DO INTESTINO Farinha de trigo, Frutas com casca, sementes, Farelo de trigo, centeio, Farelo de aveia, farelo de cevada, Grão integral, ervilha, aspargos, soja.